Inovação

Tudo sobre assinatura digital e como as APIs ajudam no processo

Vocês já se perguntaram o que seria de 2020 e 2021 sem a internet e a computação em nuvem?

Difícil até de imaginar, não é? Mas não foram apenas estas duas tecnologias que permitiram que grande parte das empresas conseguissem operar quase ou até mesmo normalmente com a implementação urgente do home office.

Para muitos segmentos que trabalham com contratos ou outros documentos que exigem assinaturas, a assinatura digital tem sido fundamental para permitir transações rápidas e evitar encontros presenciais ou a ida até cartórios.

Mas você sabe o que é a assinatura digital, por que ela é tão importante e como o marketplace de APIs da GR1D pode ajudar a sua empresa a oferecer este serviço? Leia o post para entender! 

O que é assinatura digital e eletrônica? 

O mundo digital em que vivemos atualmente começou a exigir que assinaturas e autenticações pudessem ser feitas de forma virtual, rápida e segura. Aguardar vários dias até coletar assinaturas para um contrato, ou ter que ir presencialmente até um cartório para dar prosseguimento na autenticação de documentos tornou-se inconcebível. 

As assinaturas digitais e eletrônicas, então, surgiram como uma alternativa simples, eficiente e válida juridicamente. Enquanto as assinaturas eletrônicas são as subscrições mais simples, utilizadas para identificar o indivíduo assinante e não envolvem certificado digital, o funcionamento das assinaturas digitais é um pouco mais complexo. 

As assinaturas digitais são chaves virtuais privadas colhidas virtualmente em instantes e têm o mesmo valor e legalidade das assinaturas físicas se emitidas por meio de certificados digitais. 

ICP-Brasil e os certificados digitais   

Em 2001 foi criada a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira, também conhecida pela sigla ICP-Brasil. Segundo o site do governo do Brasil, este órgão “é uma cadeia - ou elos - hierárquica de confiança que viabiliza a emissão de certificados digitais para identificação virtual do cidadão e de empresas.”

Em outras palavras, a ICP-Brasil é a responsável por criar e gerenciar as políticas e normas técnicas e operacionais que regem as demais Autoridades Certificadoras. Também chamadas de ACs, as Autoridades Certificadoras são as entidades que emitem os certificados digitais. 

Os certificados digitais, por sua vez, conhecidos também como e-CPF e e-CNPJ, são a identidade virtual do indivíduo que quer criar a sua assinatura digital. Para ter o próprio certificado digital, é necessário ir até uma Autoridade Certificadora com todos os documentos necessários, criar sua identidade digital e receber um arquivo eletrônico com todos estes dados criptografados.

O certificado digital emite duas chaves, uma pública e uma privada, asseguradas pela criptografia complexa. O usuário, então, retém a chave privada e compartilha a pública com as demais partes do contrato ou transação em formato de certificado digital.   

Emissão da assinatura eletrônica

Com o certificado digital em mãos, é preciso que o usuário da identidade virtual baixe um software específico que consiga vincular os dados criptografados aos documentos virtuais que serão assinados digitalmente.  

O processo é simples: basta fazer o upload do documento virtual no software. A tecnologia, então, faz a leitura e associação à criptografia do certificado digital. O software extrai um hash do documento, que é uma representação criptográfica reduzida, e o aplica sobre a chave privada do assinante.

Após todo este processo, é gerado um pacote contendo o documento assinado e o código do certificado digital. O outro participante da transação, por sua vez, receberá o pacote, utilizará a chave pública para criar um novo hash e fazer a leitura da criptografia. O sistema, então, compara o primeiro hash ao segundo para saber se são iguais.    

Importância e vantagens do uso da assinatura eletrônica

A importância das assinaturas digitais é clara: agilizar transações virtuais sem reduzir a segurança no processo. 

Nos dias de hoje, ela é amplamente utilizada em prontuários e atestados médicos, contratos de todos os formatos, procurações e declarações fiscais, entre outros. 

Para alguns segmentos, como a indústria de seguros, a área de direito e jurídica, Recursos Humanos, Marketing e Vendas, contar com as assinaturas eletrônicas é fundamental para: 

  • Fechar negócios mais rápido; 
  • Encerrar processos de contratação em instantes; 
  • Reduzir custos operacionais de impressão, papel e armazenamento; 
  • Diminuir custos com burocracias cartoriais; 
  • Manter a documentação sob as regras de compliance, entre outros.

Agora que você já entendeu como funcionam e ficou convencido de que as assinaturas digitais podem agregar muito mais valor ao seu negócio, vamos mostrar o papel das APIs nesta questão e como o marketplace de APIs da GR1D pode agilizar a implementação.

Como funciona o marketplace de APIs da GR1D

São chamadas de marketplace aquelas plataformas virtuais nas quais tanto fornecedores quanto compradores entram para comercializar itens. Existem muitos marketplaces famosos atualmente, como é o caso do Magazine Luiza ou da Amazon, por exemplo.   

No caso do marketplace de APIs da GR1D, os desenvolvedores destas Interfaces de Programação de Aplicativos utilizam o ambiente da GR1D para comercializar suas tecnologias com outras empresas e usuários que estão em busca de determinada aplicação para integrá-la em seus sistemas.

Mas os diferenciais do marketplace de APIs da GR1D não terminam aí. Na plataforma só são aceitas APIs que tenham documentação completa para auxiliar a integração. Além disso, a GR1D ainda oferece um painel de performance e suporte on-line para eventuais necessidades.

Agora confira as APIs disponíveis no marketplace da GR1D que podem ajudar a integrar uma API de assinatura digital e eletrônica no seu negócio.

API Assinatura Eletrônica de Documento - Compline

Esta API segue a legislação vigente para dar validade legal aos documentos assinados e acelerar os processos de assinatura de documentos virtuais. A API Assinatura Eletrônica de Documento pode ser contratada por qualquer empresa que faça negócios com base em contratos que exijam a assinatura das partes e é cobrada conforme volume de usos.

API Assinatura Digital - Contraktor

A API Assinatura Digital da Contraktor é uma plataforma na nuvem que gerencia todo o ciclo de vida de contratos, desde a criação até a assinatura eletrônica e digital. Esta API é destinada a pequenas e médias empresas, pessoas físicas e advogados e oferece quatro opções de planos para atender volumes específicos de usuários. 

API Assinatura Eletrônica - Clicksign     

A API Assinatura Eletrônica da Clicksign tem um processo um pouco mais completo. Por meio dela, é possível enviar documentos, coletar suas assinaturas eletrônicas e, após a finalização, gerenciar o documento que fica armazenado de forma criptografada, com segurança, na sua conta. Esta API é destinada para instituições de ensino, mercado de seguros, imobiliário, mercado financeiro e serviços e os valores, porcentagens e comissões podem ser verificados em uma tabela neste link.

Agora que você entendeu o papel das APIs na assinatura digital e eletrônica, baixe o e-book O papel das APIs na execução da LGPD.