InovaçãoSegurosTransformação Digital

Como o TikTok pode transformar o ecossistema de seguros?

Você já se perguntou quem é a startup mais valiosa do mundo? 

De acordo com esta reportagem da TI Inside, a empresa ByteDance, no final de 2018, conseguiu um financiamento de mais de US$ 3 bilhões, totalizando um patrimônio de US$ 75 bilhões.

O tempo passou, o dinheiro foi investido e, unindo tecnologia, criatividade e inovação, a empresa cresceu ainda mais até que, em 2020, conquistou o título de startup mais valiosa do mundo, atualmente valendo US$ 140 bilhões. 

Mas quem é ByteDance, afinal?  

Talvez você não a reconheça pelo nome, mas muito provavelmente já usou ou consumiu notícias sobre seu produto mais famoso e rentável, a rede social TikTok

Se você quer entender melhor como esta rede social funciona e descobrir como levar este sucesso estrondoso ao ecossistema de seguros, continue a leitura deste post!

O que é TikTok e por que ele é tão popular?

TikTok é um aplicativo destinado à criação e compartilhamento de vídeos curtos, a grande maioria com até 15 segundos de duração. Criado pela startup chinesa ByteDance em 2016, só se tornou popular mundo afora em 2018.

Ainda segundo a TI Inside, esta rede social, dominada pela geração Z, chegou ao auge durante a pandemia do novo coronavírus, alcançando 2 bilhões de downloads de fevereiro a maio e 800 milhões de usuários.

Duas características foram essenciais para despertar a atenção de um público tão vasto: o primeiro é a facilidade de engajar o público e se tornar viral, principalmente pelos algoritmos usados - quanto mais interessante ou autêntico o vídeo, mais rapidamente ele se espalha.  

E é exatamente esta nova forma de criar e compartilhar conteúdo, tão apreciada pela geração mais jovem, que tem feito com que algumas marcas comecem a produzir os próprios vídeos, usando o TikTok como estratégia de publicidade.  

A segunda característica é o foco no cliente. Os algoritmos avançados de IA do TikTok aprendem com as preferências dos clientes e retornam vídeos personalizados de acordo com seus gostos. 

Os usuários, então, acabam tendo uma experiência do cliente muito satisfatória, o que contribui para que a ferramenta seja usada cada vez mais e por um público cada vez maior. 

Como o Tiktok pode ser usado no ecossistema de seguros

Um fato é certo: o TikTok não é uma rede social para todas as corporações do ecossistema de seguros, mas apenas para aquelas que estão dispostas a experimentar novas táticas e crescer acima da média do mercado.

Ainda hoje não são muitas as empresas ou celebridades que têm apostado no TikTok. E uma das grandes razões é que quase todos eles já são populares e bem-sucedidos em outras redes e, para começar a usar o TikTok, seria preciso começar do zero e conquistar todo o público novamente. 

Além disso, esta é uma rede social relativamente nova. Ou seja, a grande maioria de criadores de conteúdo que dominam o TikTok atualmente eram desconhecidos poucos meses atrás, mas conseguiram construir toda uma base de seguidores em bem pouco tempo também. Outro sinal positivo para quem está pensando em criar um perfil corporativo por lá. 

Mas como utilizar uma rede social tão específica para temas densos como os que permeiam o ecossistema de seguros?

Mais conhecido como Mr. Attorney - ou “sr. Advogado”, em português, Tim Hendrik Walter é o exemplo perfeito de como utilizar o TikTok para outros assuntos. Até o momento ele já atraiu mais de 725 mil fãs e mais de 14,6 milhões de curtidas apenas explicando algumas questões jurídicas como “Como se vestir no tribunal?”.

Ou seja, Walter descobriu um público-alvo adequado à sua expertise e começou a produzir especificamente para ele. E é exatamente assim que o ecossistema de seguros deve direcionar seus esforços no TikTok: aproveitando o amplo conhecimento no assunto para solucionar dúvidas ou abordar questões correlatas à área.

Um erro comum entre empresas que já tentaram utilizar o TikTok e não foram bem sucedidas foi o de usar conteúdos criados para outras redes sociais e apenas adaptá-lo ao TikTok

Isso não funciona já que esta rede social, por ser muito específica, precisa de conteúdos criados de acordo com suas singularidades. E, é claro, quanto maior a criatividade envolvida, maior as chances de sucesso. 

A questão dos dados

Apesar do sucesso global, o TikTok ainda preocupa muitas pessoas. Assim como qualquer outra rede social, os dados dos usuários do aplicativo são coletados para serem usados como estratégia de personalização da user experience e publicidade. 

Recentemente, um grupo de hackers descobriu que o TikTok enviava dados de usuários para a polícia. De acordo com esta publicação do Business Insider, as plataformas de mídia social são obrigadas por lei a cumprir ordens judiciais ou intimações que exigem informações sobre usuários suspeitos de atividades criminosas. 

No entanto, o que chamou a atenção foi a quantidade de dados que a ferramenta coleta: os hackers descobriram que inúmeras informações pessoais como número telefônico, endereço e outras redes sociais ligadas ao nome também estavam sendo entregues às autoridades.    

esta reportagem do El País mostra que esta realmente é uma questão preocupante e talvez o aplicativo não seja tão inofensivo quanto parece. Em 2019 o TikTok já pagou cerca de US$ 5,7 milhões por captar ilegalmente dados pessoais de menores de idade. 

Apesar de ser a febre do momento e ótima estratégia para alcançar outros públicos, comparar os prós e os contras do uso do TikTok pode ser uma boa ideia.  

Para mais novidades sobre transformação digital e tendências para o ecossistema de seguros, continue a ler os Trends da GR1D!