Inovação

As 6 principais previsões para a IoT em 2021

Os adventos da transformação digital e da indústria 4.0 seguem se desenvolvendo de forma acelerada. Fenômeno esse que indica que a nova década será de muitas inovações no mercado corporativo. 

Uma das tecnologias que mais vem chamando a atenção é a IoT - Internet of Things (Internet das Coisas), tecnologia capaz de capturar os mais diversos dados de máquinas, acessórios e até mesmo roupas! 

A tecnologia, que ganha cada vez mais adeptos, se mostra uma forte tendência para o ano de 2021. Conheça mais a respeito da Internet das Coisas e saiba quais são as previsões para esse ano! 

2021 - Um ano de inovações

Tendo surgido no mercado ao longo dos últimos anos, a Internet das Coisas chegou para unir os mundos físico e digital, capturando informações a respeito do funcionamento dos equipamentos e os transcrevendo de forma digital. 

O nome “coisas” se deve ao fato de que os acessórios de IoT possam se adequar a absolutamente tudo, eletrodomésticos residenciais, máquinas industriais, até mesmo em trajes vestíveis. Para tudo existe um sensor específico! 

Mas a tecnologia promete ir além e ao longo desse ano de 2021 deverá dar grandes saltos rumo à inovação. Com foco especial na segurança, o Brasil deverá trazer aproximadamente US$ 200 bilhões em 2025. 

Confira mais sobre a reportagem da Época, que traz informações do Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação do MCTI (Ministério das Ciências, Tecnologias e Inovações).  

Para que você possa vislumbrar os horizontes da IoT, a GR1D traz para você quais são as 6 principais tendências em IoT para 2021. Confira! 

1 - Investimento em saúde

A tendência crescente da utilização de acessórios inteligentes para o monitoramento da saúde foi acelerada, isso graças ao cenário pandêmico ocasionado pelo Coronavírus (COVID-19) em todo o planeta. 

Os dispositivos de IoT voltados para a saúde, também chamados de wearables (vestíveis), podem ser utilizados para o monitoramento dos sinais vitais, como os batimentos cardíacos, a pressão sanguínea e a temperatura. 

O distanciamento social exigido para o controle da pandemia fez com que a utilização de aplicativos crescesse e o monitoramento de pacientes clínicos fosse realizado de forma virtual, com base na leitura de dados da Internet das Coisa. 

Os Estados Unidos tiveram um aumento de quase 30% no índice de consultas online, chegando próximo a 1 bilhão de atendimentos remotos! 

2 - Aprimorando o home office

De fato, a pandemia foi a maior das responsáveis por acelerar o desenvolvimento da Internet das Coisas no mundo e isso impactou também a forma das pessoas trabalharem. 

O home office, que já era comum em uma pequena parcela de empresas, agora é algo muito normal para um número cada vez maior de organizações. 

A IoT entra nessa história colaborando com os profissionais que precisam monitorar equipamentos externos, como é o caso das indústrias de produção. O controle remoto e a leitura de dados resolvem completamente essa demanda. 

Empresas como a Microsoft já estão produzindo soluções tecnológicas voltadas para o home office, entre elas destaca-se a Virtual Stage, que propõe apresentações mais dinâmicas e intuitivas. 

3 - Ascensão das cidades inteligentes 

Parece um conceito de ficção científica, mas a implantação de Internet das Coisas em escala metropolitana já é uma realidade em muitas cidades do mundo. 

O conceito de cidade inteligente propõe a adequação de dispositivos de IoT em todo o território municipal, para a realização de monitoramentos que focam em trazer maior controle e segurança. Destacam-se utilizações como: 

  • Acompanhamento do trânsito da cidade;
  • Fluxo de pedestres em ambientes públicos; 
  • Controle da utilização de energia nas residências; 
  • Distribuição equilibrada de recursos hídricos.

Confira a reportagem da PUC de Campinas que trata dos adventos da cidade inteligente. 

4 - IoT e a computação de borda

A união da IoT e a computação de borda é motivada por duas questões muito importantes: a produtividade e a segurança

Ao trabalhar com a edge computing, todo o processamento de dados será realizado no próprio equipamento, ou na “borda”, como caracterizado pela tecnologia. 

Isso significa que a ausência de um servidor central no processamento de dados permite que os reparos que se fizerem necessários sejam realizados de forma isolada, sem prejudicar o desempenho de outros equipamentos paralelos.

A computação de borda é mais segura, pois seus protocolos de segurança são criptografados e também são nativos do próprio equipamento. 

A consultoria americana BCG, listou os desafios e oportunidades na segurança das informações com relação à IoT. 

5 - Utilização com foco na saúde

A preocupação com relação aos cuidados seguirá crescente e já é notável que se tornou um comportamento padrão da humanidade, um hábito, mais propriamente dito. 

No começo da pandemia poderia parecer estranho observar alguém de máscara, mas e hoje? Esses cuidados devem se manter mesmo após o término da pandemia, para a prevenção de enfermidades mais simples. 

Gadgets como os smartwatches (relógios inteligentes), acessórios do dia a dia, estão cada vez mais dotados de tecnologias que colaboram com o monitoramento da saúde, apresentando inclusive análises gráficas que retratam os sinais vitais.

Confira mais exemplos da utilização da IoT no monitoramento da saúde

6 - Impactos nos negócios tradicionais

Por fim, a Internet das Coisas deverá impactar diretamente os negócios tradicionais e trazer uma maior automação nos processos que antes demandavam especialistas presentes para a realização de uma tarefa. 

Um bom exemplo seria pensar no atendimento residencial que uma empresa de telefonia e internet faz quando solicitado. Existe um custo para a realização dessa tarefa, principalmente com relação ao tempo, certo? 

Tarefas como essas deverão se tornar cada vez mais raras, a partir do momento em que as empresas adequarem soluções em IoT nos equipamentos. Assim as manutenções serão realizadas de forma totalmente remota e rápida.

Entenda mais sobre como a IoT está impactando o setor manufatureiro por meio da automação. 

Você está preparado? 

A IoT ainda irá trazer inúmeras inovações ao mundo moderno e aqueles que hoje se atualizam com as informações, como é o seu caso, com certeza estarão aptos a se adaptarem muito mais rápido aos novos conceitos tecnológicos.

Continue atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, acompanhe o blog da GR1D Insurance e inscreva-se para receber as atualizações!